domingo, 23 de julho de 2017

Reencontro

Há muito havia esquecido
Do que poderia sentir
Do que poderia ser

Foi então que ressurgiu
Que voltou a pulsar
Sem que eu pudesse esperar

Mesmo adormecido
O desejo estava lá

Foi apenas um olhar
Para que voltasse a acreditar

Nessa jornada de mãos dadas
Ao teu lado recomessar

Agradeço pelo nosso reencontro de almas...

              Gaby kraft

domingo, 23 de abril de 2017

Espero

Alguém que me roube no meio da tarde
Que me faça sorrir sem motivo
Alguém que sinta meu perfume mesmo quando se foi
Que sinta meu beijo ainda no dia seguinte

Espero alguém que não desista de mim
Pelas imperfeições dos meus atos
Alguém que não me veja como um retrato

Espero alguém que ria das minhas bobagens
E perdoe a minha braveza
Alguém que transforme meus erros em acertos

Alguém que me faça melhor
Que eu me esforce porque também sei que me espera

Alguém um simples alguém
Mas que pra mim seja o mais importante
Espero...Ainda te espero

Gaby kraft

domingo, 8 de dezembro de 2013

Me faz pequena em teus braços...


Ainda cedo pra saber
O que ira acontecer
Será real?
Ou apenas carência virtual

Sonhei há muito te conhecer
Encontro idealizado
E imaginado

Sinto o gosto dos lábios
Sem ainda te-los tocado
Sinto o aroma da pele
Sinto o suor do desejo

A historia agora iniciada
Já faz com que sinta
Que em meio a beijos e abraços
Sou pequena em teus braços

Gaby Kraft

sexta-feira, 19 de abril de 2013

Nosso tempo

Qual o nosso tempo?
Qual o meu tempo?
Que tempo preciso para esquecer?
De quanto tempo preciso pra renascer?

Tudo ao seu tempo...
Tudo tem seu tempo...
Mas o tempo esta passando...
E continuo te esperando

Não será perda de tempo?
Preciso agilmente encontrar o tempo,
De ser feliz
Amar e me entregar

Desisti de marcar o tempo
O presente será meu tempo
Agora é a hora de fazer
De os sonhos realizar

Mas ainda te espero
Se nessa etapa quiseres me acompanhar...

Gaby Kraft

quinta-feira, 11 de abril de 2013

Minha busca

Minha busca incansável
Imutável, inatingível
Desde o momento em que você partiu
Não sabe o quanto me atingiu

Mas continuo buscando
Em qualquer lugar, por todos os cantos
Mesmo sem encontrar, sei que você está la
Sei que é real e que irei te encontrar

Nesse instante minha lágrima irá secar
O sol voltará em minha vida brilhar
E juntos nosso destino iremos trilhar

Mas se por um acaso não te encontrar
Prometa que irás me achar
E um sorriso em meus lábios irás colocar...

Gaby Kraft

quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

Deixo que Netuno me embale
Adormeço  no seu balanço
Para que minha alma te alcance
Sem que perceba a distância...

Do outro lado do oceano
Como por engano Deus te colocou,
Mas quando Ele percebeu
O quão longe de mim ficou...

Fez-me adormecer,
E assim pude perceber
Que quando menos esperasse

O oceano irias cruzar
E ao meu lado iras acordar
Nas margens do lado de cá...

Gaby Kraft

sábado, 16 de junho de 2012

Sem fim

O doce amargo do sabor do seu beijo
Que molha meus lábios
E seca minha alma

Me enternece, enobrece, por fim me enlouquece
Rezo... Apensa me esquece

Nossa história acontece
Como essa estrofe
Sem inspiração para um fim...

Gaby Kraft



Lados opostos

Céu ou inferno
Anjo ou demônio
Meu açúcar, meu sal
Meu bem, meu mal
História sem ponto final

Nossa existência
Ou será resistência
Ódio ou amor
És frio e calor

Com o olhar me perturba
Com sorriso me acalma
Me congela
Em sem seguida me derrete

Será que vou descobrir
Ou pelo resto da vida terei que encobrir

Esse amor que insiste em me perseguir...

Gaby Kraft

segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

Recordações

Qualquer coisa é motivo
Pra te lembrar
Nossos momentos reviver

Difícil te esquecer
Como tudo apagar?
Não mais recordar

Como do meu peito a dor arrancar
Desejava te esquecer
Renascer, antes que possa enlouquecer

Foi meu sonho mais real
Mas terminou sem meu aval
Nem me perguntou
Se sem ti poderia viver

Cruel desfecho dessa história
Da minha, da sua, da nossa
Que agora nessas linhas não posso mais escrever

Só restaram as lembranças
Que insistem em meu peito sufocar...

Gaby Kraft

sexta-feira, 2 de setembro de 2011

Romance ideal

Parecia tão real
Algo inimaginável
Fora do normal
O romance ideal

Páginas em branco
Linhas mal escritas
História não resolvida
Algo que perdeu o encanto

Secou o meu pranto
Por mais que te negue
Te coloco em um canto
Te renego

Te enxugo
Não te enxergo
Mas só nós sabemos
O quanto ainda sofremos

Mesmo com o sorriso nos lábios
O olhar de felicidade
Que na verdade não passa de irrealidade

Esse amor cruel e imortal
Que sempre me fez mal
Me maltrata me faz sofrer
Mas que não deixa te esquecer

Tiger